Monday, December 18, 2006

Psico-logicamente falando

Frequentemente pus e ponho em causa a utilidade real da psicologia em outros campos das ciencias humanas, economicas e politicas, algumas vezes com razão outras tantas sem a mesma.
No entanto, mais recentemente começei a pôr em causa a "utilidade" da psicologia no seu ramo mais especifico e conhecido: a practica clinica (para quem n sabe a psicologia divide-se em muitas areas, incluindo a minha, das organizações).
Pegando no exemplo mais flagrante do sucesso e explosão da psicologia clinica, vejamos o caso dos estados unidos: nao há criança, mulher, homem, gato, cão que não tenha passado uma vez plo menos no psicologo; isto significa duas situações graves no meu ver, que os amAricanos são todos uns perturbados do camano, e o mais importante, que não conseguem resolver as suas questões de ordem psicologica por eles mesmos, isso é sindrome de uma sociedade doente, geradora de pessoas dependentes não umas das outras mas sim dos serviços disponiveis, capitalismo, no seu pior!!
Eu, não sendo psicologo clinico não possuo competencias academicas para realizar consultas, nem quero pq acho muito do processo uma hipocrisia profunda; no entanto sempre me disseram que daria um optimo psicologo, mesmo nunca querendo eu ser psicologo ou nada que se lhe assemelhasse.
Certa vez uma colega, de curso que ja tem percursso academico anterior disse e muito bem "não se aprende a ser pessoa na universidade" e isto caiu como uma bomba nos ouvidos dos profs e das colegas que estão no dito curso para se "curarem" ou pq axam que vão ser melhores pessoas a cobrarem 50 euros por consulta...realmente que grandes samaritanas/os haja muitos mais como voçes e este mundo caminhará a passos ainda mais largos para a ecatombe!!
Voltando a frase de cima, nao se aprendendo a ser pessoa na univ, tal facto da o certeficado de habilitaçoes a cada um que haja correctamente consigo mesmo e com os demais, no nosso pais ainda não é costume em ir ao psicologo, e espero que nunca seja, fala-se antes com o padre, com a familia e com os amigos, e não serve? Muitas vezes sim e é isso que interessa, claro que existem traumas na vida que requerem acompanhamento especializado mas no geral não será mais reconfortante saber que temos alguem com quem podemos desabafar a vaontade, do que saber que temos do outro lado alguem para o qual temos que marcar hora, pagar e que não se preocupa connosco?
Pensem nisto senhores/as psicologas que lerem este texto, ate pq a epoca que se aproxima convida á reflexão nem que seja pelo significado de que se reveste, esquecido ja pela maioria de nós, boas festas!!

8 Comments:

Blogger Cucagaio said...

Só passei para desejar UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE SAÚDE, AMOR E PAZ

6:46 PM  
Blogger Cruzeiro said...

Amiguito,
Por falta de tempo e de paciencia, tenho andado um pouco ausente de visitas aos vizinhos, mas não quis deixar de te vir desejar um feliz natal com tudo de bom.
Beijinho

11:28 PM  
Blogger Lucciano said...

Concordo... Quem escreve assim a sua opinião não é gago! Porque no fundo é isso que a univ cria. Pseudo licenciados em alguma coisa que se acham gente por causa da univ lhes ceder diplomas. Só vão é alimentar o capitalismo lutando pelo lucro e não vão ajudar ninguém. No meu curso é só pseudosociologos. Nem tenho mais nada a acrescentar. Fica bem! E feliz natal!

7:32 PM  
Blogger Ana said...

Achei muito interessante o teu post.
Tal como tu, eu também não acredito na acção clínica da psicologia, nem da sua acção no ramo educacional.
Quando uma sociedade está “doente” não é ao psicólogo que cabe resolver esta “doença”; para tentar resolver existe uma outra ciência humana: a sociologia.
E muitas vezes, os psicólogos não conseguem delimitar o seu campo de acção, transpondo-se, muitas vezes, para o campo da sociologia.
Infelizmente, no nosso país, a ida ao psicólogo também se está a tornar um hábito. Eu trabalho no ramo da saúde, e sei que, nos centros de saúde existem psicólogos, e no caso que melhor conheço, existem dois. Há meses de espera para uma consulta de psicologia. Mais espera do que para o dentista!!!

Desejo um 2007 cheio de realizações, em toda a tua vida.
Beijo

10:28 AM  
Blogger Paula said...

Estou de acordo... se todos nós tivessemos rodeados de amigos verdadeiros e com pessoas à nossa volta com quem podemos contar, não seriam necessários psicólogos...

Um abraço

9:47 AM  
Blogger Tia Concha said...

Voice... voltei!

Deixei de estar incomunicável....

boas festas para ti" atrasadas", e vou voltar a ser assídua...

hug & òósculos

9:52 PM  
Blogger Tia Concha said...

Isto parece estranho mas é verdade...

E os amigos são muito importantes, mas na minha adolescência o que ajudou verdadeiramente foi criar um diário (que ainda tenho), no qual escrevia cartas a um pseudo amigo (na altura o meu futuro grande amor...), depois apaixonei-me e já não escrevo há 6 anos...

Há alturas que me sinto na real m... mas não deixo que isso me afecte, tento dar a volta.

basta olhar para a minha cadela que tudo passa...

9:25 PM  
Blogger Tia Concha said...

Tenho amigos psicólogos e um deles é assistente social, a pergunto-me como podem fazer tantas asneiras... como podem ser tão frios...

9:26 PM  

Post a Comment

<< Home