Saturday, May 05, 2007

Farto, Porquê?

Estou farto de tudo, pq so me acontecem coisas más? Pode parecer um desabafo de alguem que nao sabe viver ou que simplesmente por capricho e por ignorancia do funcionamento da vida lhe apeteçe dizer que esta tudo mal quando na realidade tem mais sorte do que a maioria dos individuos? Nao, na verdade corre-me tudo mal desde ha 3 anos pra ca, por muita coisa, por decisoes mal tomadas, pelos acontecimentos que se sucederam e agora pq continuam a surgir demonios que eu nao consigo nem posso lutar.
Independentemente de estudar psicologia e despreza-la na sua generalidade, nao significa que nao dê valor ao potencial do efeito psicologico nas vidas de cada um, e começo seriamente a pensar que a "psicologia" é uma parte da raiz dos meus males, se segundo se diz se confirmar o poder do psicologico sobre o fisico.
Ha 3 anos atras, no ano de 2004 acabei o secundario que foi para mim a melhor altura da minha vida, ai conheci as pessoas, (contam-se pelos dedos de uma mao) que sei que sao minhas amigas de verdade e com as quais posso contar, mas tambem porque tive contacto com professores excelentes que foram quase como "colegas" pelo menos ao incitarem o meu espirito critico e o gosto pelas tematicas que hoje definem a minha personalidade, nesse ultimo ano tive um problema de saude serio que combati com todas as minhas forças e ainda consegui acabar o 12º com uma media bastante boa, acabando como o 3 melhor aluno da minha turma.
No entanto nem tudo foi bom, pois devido ao dito problema e a uma atitude minha que nao ajudou muito, as notas dos exames finais de entrada na univ foram na sua quase generalidade más e nao me permitiram entrar no curso que pretendia; foi um choque porque sempre tive esperança e so quando ela nos abandona eq percebemos como pode ser efemera e enganadora.
Independentemente do que disserem aquilo que fazemos define-nos ate certo grau, ou certos traços de personalidade, nao acredito que existam profissoes de homens e de mulheres mas acredito que umas tem mais menbros de certo genero do que outro pq se adequam mais as caracteristicas do mesmo, e eu decididamente nao tenho nem nunca tive perfil de psicologo, tenho espirito critico e combativo apesar de ser um pessimista convicto, os psicologos NAO criticam seguem as regras impostas como bons intelectuais que sao e tentam fazer crer ate para com eles proprios que fazem algo de serio e util a sociedade e que sao INSUBSTITUIVEIS, nao fazem mais do que falar, vem com os seus testes certificados por eles proprios para suprirem o seu complexo de inferioridade em relaçao as ciencias exactas, e...falam, com linguagem cara para dizer significados facilmente expressos em frases curtas, nao sou assim, sou um practico, fala-se com os amigos com a familia e ate connosco mesmos, sim chama-se introspeçao e quem melhor amigo do que nós mesmos?
Nao consegui mudar das duas vezes que tentei, destino? Pensei seriamente em anular a matricula e fazer o que depois?? um ano sem nada, ate concorrer outra vez? Ia trabalhar? ainda reflicto sobre isso as vezes se calahar tinha sido bom, so sei que levo tres anos saturado de estudar coisas que nao me dizem nada, junto de pessoas que tamb nao me dizem nada, e a verdade e peço desculpa se alguma das minhas colegas lê isto mas é a verdade, sao boas pessoas e sempre que peço ajudam-me naquilo que preciso, o meu muito obrigado por isso acho que muitas de voçes darao excelentes psicologas, daquelas que nao seguem o estipulado e pensam por elas mesmas, outras serao uma desgraça mas é assim em todo o lado, mas nao existe aquela quimica de pessoas que partilham objectivos comuns e pontos de vista pelo menos semelhantes.
E no fim de tudo chego à conclusao que tanbto tempo de uma angustia que eu pensava controlar e sublimar me tem feito um mal tremendo, nao a nivel psicologico, com isso posso eu bem mas a nivel fisico, acredito seriamente nisso, e acima de tudo acredito verdadeiramente que estou farto e nao sou de ficar de braços cruzados, tres anos de más experiencias podem deixar as suas mazelas mas deixaram-me tambem com um pulso de ferro perante as adversidades.

11 Comments:

Anonymous Firnis said...

A verdade é k tb n vou mt com psicólogos, nunca visitei um, nem kero visitar na vida, porque tenho uma noção de vida diferente, na qual os psicólogos não possuem papel activo. Mas essa noção é minha apenas, e também de muita pouca gente, não kero ofender os psicólogos que possam ler isto. Mas isso agora não interessa...
Tive a boa sorte (e tenho de dar graças às boas alminhas existentes k olham por mim) de calhar num curso k tenho estado a adorar, no qual me tenho envolvido tanto que parece ditar todos os meus pensamentos (não significando que tire boas notas, porque sou meio desleixada) Claro que há disciplinas que eu n gosto tanto, e se com essas eu já me sinto bastante incomodada por ter de as estudar, nem imagino como será a tua situação, com uma turma k n gramas, com disciplinas k n vês utilidade, e com as saudades de um tempo melhor, o da secundária. Também tive um desgosto kd saí da secundária, foi lá que me formei e k também conheci as (pouquíssimas) pessoas k hoje fazem parte de uma amizade incondicional (são apenas 3), fora as outras com as quais também me dei mt bem... de vez em kd ainda fazemos jantares!
Nao sei bem k conselho te dar, mas já k aguentaste até ao 3º ano, aguentas talvez mais um, pelo menos para tirares a licenciatura do teu curso. Depois, se tiveres condições para tal, tenta outro curso, akele k sempre kizeste. Sim, ficas um ano parado para os exames de concorrência, e ainda tens a sensação de estares a perder tempo para a vida por ainda ficar a tirar um segundo curso. Mas digo-te que para esta vida chata, nunca é tarde demais para nada, e quando temos algo em mente, o bom é ir em frente (grande rima) e pelo menos tentar! "Mais vale morrer a tentar que viver para sempre com o remorso de nunca se ter tentado"
Sim, sei que sou uma optimista com O grande, e com todas as outras letras também, mas se não fosse assim, já me teria arruinado!
Ultimo conselho: se gostas de musica e curtes de algum instrumento, tenta entrar num Conservatório de Música. A minha mãe é professora à conta de um curso do Conservatório, e na onda, ainda lhe sigo os passos!
Fika bem, gajo, e pensa bem na tua situação, no que podes e não podes fazer, vantagens e desvantagens... tudo com bom espírito!

2:31 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

Obrigado pelo comment e pelo apoio e compreensao que demonstraste, tomara muitos psicologos terem esse juizo critico, tenciono tirar a licenciatura ate pq ja so me falta dois anos, mas com suplicio, a minha media é de 12 o que axo extraordinario tendo em conta que nao gosto do curso, e mais tarde vou tentar ciencia politica que é a minha paixao, heheh gosto de instrumentos musicais pois, um "gadelhas" como eu hehe toco bateria e dou uns acordes de guitarra e uns slaps de baixo, mas a musica nao é profissao pa ninguem e gosto de ve-la como um hobbie embora na maior parte das vezes escreva letras de intervençao social, hmmm deixa-me advinhar, estas em :jornalismo, historia, direito, sociologia? Acertei nalgum?

2:53 PM  
Blogger Charlie, The Sinner said...

Oh, pois, e se tirasses outro curso que te interessasse depois de acabar esse?


Talvez fosse bom, ou pelo menos tinhas bases em várias áreas!


É uma fase, isso passa, espero. Afinal, ninguém quer fazer as coisas por obrigação, mas sim por gosto. É tão, tão mau quando assim não é... =\


Só resta desejar boa sorte, isto se acreditares em sorte.


Beijo*

7:37 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

É o que eu estou a pensar fazer, tirar outro curso, mas vou tentar acabar este, e por falar nisso, tenho uma frequencia daki a uma semana e n tenho estudado nada de jeito, esta noite la tera de ser, eu digo sempre ao pessoal que acaba de entrar que se nao gostarem do curso mais vale que anulem a matricula ou peçam transferencia quanto antes para n lhes acontecer o mesmo que eu.

8:28 PM  
Anonymous Firnis said...

Bateria, k fixe! Gostava imenso de aprender bateria! Kd oiço musica k tou a curtir à brava, ponho-me a bracejar k nem doida, a fingir a bateria, hahah!! Tou a aprender guitarra no conservatório (mas só sei musicas clássicas, n tenho mt tempo para tentar "guitarradas") e já tive uns aninhos traumatizantes de piano porque o prof. era uma besta! Se me vir à rasca no mercado de trabalho, é bem k vou tentar kk cena com a música...
Sim, acertaste num deles, na História! :) Fico doida kd dizem k história é fácil porque basta decorar datas... não é bem assim, a História é muito mais complexa k s julga. É o estudo e compreensão da acção humana, da metalidade dos homens ao longo dos tempos, do porquê das suas acções. A História enquanto disciplina de estudo não nasce já feita, depende do trabalho de muitos intelectuais que a constroem para fornecer um quadro correcto dos acontecimentos. E nada é exacto, as teorias são sempre abaladas por outras, é preciso ser-se minimamente destro de mentalidade para atinar bem com isso! Além do mais, e o que eu acho de mais magnífico, é o facto de que na grande maioria das vezes, com o conhecimento em compreendimento do Passado se consegue responder a muitas perguntas e problemas do Presente.
Puuuuuuxa, grandes textos k eu faço aki!

Frekuências e dor de cabeça...ecka!!
Mas todas as experiências, por mais desagradáveis que sejam, servem sempre para a nossa formação pessoal! Tenta imaginar que o que estás a estudar é muito interessante (não estou a gozar, comigo costuma resultar imenso)! Força aí no marranço!! :)

9:33 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

eu gosto de todos os tipos de musica, ha boas bandas e musicos em todo o lado o fado eq n pode ser nada :)
Todos os cursos universitarios sao dificeis, para ser um curso superior tem de ter obrigatoriamente alguma complexidade, quando fui fazer a candidatura ainda dei uma olhada no curso de hist moderna e comtemporanea do iscte nem sei se ainda existe, boa sorte pa todos nos que temos de estudar!!

10:17 AM  
Anonymous Firnis said...

Boa sorte mesmo!! =)

10:26 AM  
Anonymous Firnis said...

Malta, pra kem gosta de dragões, cá vai este site: http://drachenserver.de/dragonimages/
Tem umas imagens excelentes, já aconselhei ao meu pessoal k tb curte destes seres todos poderosos!!

12:13 PM  
Blogger Helena Jardim said...

obrigada por visitar o criança e rim.

Sim, ha farmacos que se usam no SNCS quando a toxicidade ou os efeitos laterias dos corticoides sao excessivos ou mal tolerados como imagino que seja o seu caso, na sua idade. A maior parte das vezes não se fazem sem biopsia previa, sobretudo fora da idade pediátrica, como já é um pouco o seu caso.
A ciclofosfamida, a ciclosporina e actualemnte o micofenalato de mofetil são hipoteses. E até o levamisol. A discutir com o seu nefrologista
E nada de desanimo...que isso ate pode ser um pouco dos corticoides....
Beijo
Helena Jardim
Nefro Ped

2:36 PM  
Blogger xCUNHAx said...

Tivesse eu um blog mais pessoal e se me limitasse a copiar partes do teu texto pra lá publicar não deixaria de ser pessoal por isso! Também estes últimos anos têm sido complicados para mim! Descobrir que passei a vida a perseguir um sonho ... o direito e a justiça nada têm a ver! Todos os problemas inerentes a abandonar o local onde sempre vivemos para irmos para um local que não é o nosso e termos que partilhar até o quarto! E sinto que tanto do meu esforço no secundário foi em vão! Hj não passo de um aluno razoável que me vou safando ... talvez não me esforce o suficiente, mas já não sinto vontade de me esforçar! Claro que nem tudo tem sido negro ... fiz boas amizades, cresci bastante enquanto pessoa ... mas sinto que ainda assim no que diz respeito ao curso estou a perseguir o destino errado! :|

Bem, não me vou alongar muito mais nem fazer disto um desabafo derrotista! Conheço-te e conheço-me ... sei que será apenas mais uma pedra no nosso caminho que a havemos de superar e rir-nos acerca disto daqui a uns anos num hotel 5 estrelas, a fumar um cubano e a beber um bourbon ... ou, mantendo o espirito de agora como espero, num intervalo de um concerto enquanto eu bebo um iced tea e tu uma cerveja! ehehehe

Um abraço Família [[[]]]]

one love

11:01 PM  
Blogger lyra said...

sabes uma coisa? a parte psicológica é tudo! com ela regulada controlas tdo... com ela desregulada tudo te controla a ti! Eu decidi dizer-t qq coisa pq acho k já me senti +- assim. As pessoas do meu curso não me diziam nada (apesar de algumas serem muito boas pessoas), o curso não me dizia nada... andava desmotivada, triste, via-me absolutamente vazia e sentia-me num buraco! Não via maneira nenhuma de lá sair! E, como consequência do desespero comecei a atacar-m (isto parece estranho..mas na altura não encarava as coisas desta maneira.. foi este o pensamento k tive ao olhar para trás).
Até que ganhei coragem... falei com os meus pais (tive muita sorte, pq eles apoiaram-m totalmente) e vou tentar concorrer este ano. Se tudo correr mal... paciência! (é algo k n posso controlar) Ao menos serviu para me conhecer melhor e para descobrir a importância d certas pessoas na minha vida.
Demorei imenso tempo para assumir a minha situação. Não queria admitir que akela decisão não tinha sido assim mto acertada... depois havia outra coisa. Não queria perder tempo! Isso era uma coisa k m deixava em pânico! Keria acabar o curso, começar a trabalhar, ser independente!
Isto pode parecer treta de psicólogo... mas agora vejo que a vida tem os caminhos que nós queremos... pq PODEMOS optar (em algumas situações). Não está nada determinado à partida... e nunca se PERDE tempo... Porque a nossa vida é exactamente a utilização desse tempo.. de uma maneira ou de outra.. o tempo está a passar.
Não tem k ficar tdo estragado por uma decisão menos boa! Ainda podes optar! Esta pode ter sido só uma experiência para que t pudesses conhecer melhor ou assim... De certeza que teve os seus pontos positivos! (dsclpa lá a seca... mas tinha k dizer-t alguma coisa.. ) Beijinho* e boa sorte!

2:00 PM  

Post a Comment

<< Home