Monday, November 14, 2005

Sepultura do bom senso

Paro muitas vezes para pensar(vezes demais até) naquilo que se passa não somente no meu pais, mas no mundo de um modo geral, e vendo tudo aquilo que me rodeia, desde as crenças, instituições politicas e de valores individuais só posso dizer: "eu estou num mundo de merda!"
Reflectamos um pouco àcerca de tudo, que sentido tem aquilo que fazemos ou dizemos, conclusão; vivemos para nós mesmos, mal diga-se de passagem e acima de tudo atropelamos ou não notamos nos problemas dos demais que ñ raras vezes são piores comparados com os nossos, vivemos mergulhados no imediatismo, em portugal devido a esta ser uma sociedade "nova" com apenas trinta anos ainda ñ aprendemos a criar imunidade aos seus maleficios; somos mais consumistas que os suecos, embora eles ganhem o triplo(tamb tem vida mais cara é certo), rapidamente acolhemos de braços abertos todo e qualquer costume estrangeiro(dos mais saloios que há) e teimamos em abandonar ou manter no conservadorismo as nossas tradições, a respeito das tradições considerom que: ou as adaptamos ao contexto social actual, ou então mais vale que desapareçam( caso das touradas, das praxes ) e de todas as outras que fazem com que sejamos vistos como nehandertais ate por povos que ñ constam do g8 tipo a italia ou a irlanda, religião; ñ sou crente, mas respeito a crença e admiro os valores pelos quais supostamente
Cristo se regeu, são tambem os meus valores, pelo menos a maior parte, mas neste pais de Marias(falta o virgens) e tó Zés as pessoas que vão rezar, na realidade muitas delas odeiam a crença, confusos?? Passo a explicar: tivemos 50 anos de ditadura, de politica dos tres F´s e sempre fomos um povo crente, no entanto da crença ficou apenas a parte "má"; ou seja, as pessoas vão à igreja e rezam ao seu deus, mas no fundo só querem que esta entidade divina lhes dê aquilo que ñ tem, Precisam de Deus, senao precisassem ñ rezavam, ao mesmo tempo acreditam no julgamento final e assim sendo temem este deus, procuram "reconciliar-se com ele" e onde está o humanismo?? Onde está o perdão?? Onde está a entre-ajuda-mutua sem a qual Cristo dizia que era impossivel viver?? Há pois isso é a parte em que é suposto fazerem alguma coisa né?? Metem-me nojo!! Guardaram todos os dogmas que fazem com que a igreja perca crentes de dia para dia, e continue a pregar sermões para mentes já Pré-destinadas a serem clones para o resto das suas vidas, o portugues tem medo de mudar, ui como isso o assusta, tem alias medo de tudo, e ñ me estou a referir ao Zé povinho, julgam que aqueles advogados, medicos e gestores, vão fazer o q?? Vao dar o seu contributo para aumentar o manancial de merda deste pais, e ai de algum que seja diferente, caem-lhe em cima que nem cães a um osso, e nessas alturas é tempo de dizer, ñ querem n comam, e rumar a outro pais para ser tudo aquilo que em Portugal ou noutro pais latino ñ se consegue ser(eu n tenho nada de latino deve ser por isso que sou o modelo de virtude q aqui veem) :) brincadeirinha!!!!! São questões culturais mas que devem ser repensadas n so por governantes mas pelos civis já que são estes o motor da sociedade e em ultima analise os culpados pelo seu descalabro...Perguntarão talvez mas que raio fiz ou faço eu que me distinga dos demais??!! Bem, já contribui socialmente para ajudar, digo e faço sempre aquilo que penso independentemente daquilo que os outros pensam ou digam, acredito que ser verdadeiro é o ultimo sinal de individualidade possivel neste mundo, onde tudo está direccionado para as massas, o homem criou este mundo, ele é um pesadelo, com sequencias dignas de um épico, significa isto que se temos capacidade para criar o horrivel tamb o temos para criar o belo, viver nele e deslumbrarmo-nos connosco mesmos, resta saber se queremos mesmo construir e viver no mundo de Cristo, ou se queremos apenas construir representações em que ñ acreditamos embora gostemos de pensar que sim...

8 Comments:

Blogger Cruzeiro said...

Faço tuas as minhas palavras...

7:50 PM  
Blogger Voice_Of_The_Opressed said...

Ñ será ao contrario?? :D

10:33 PM  
Blogger Cruzeiro said...

ops...isto é da idade!...é isso mesmo...faço minhas as tuas palavras!...:-)

12:26 PM  
Blogger Tia Concha said...

E eu que achava que era negra... e a cena da idade não tem nada a ver eu tenho 26 e já passei todas as fazes, desde metaleira, hippy e agora yuppie!

Tens toda a razão!

Mas acredita, eu comprovo isso todos os dias, as pessoas são mesmo más umas para as outras, ninguém se interessa com o próximo...

A nossa realidade é muito dura, a pressão é imensa, vivemos regidos por números, objectivos, lucros...

Tenho saudades da universidade, por isso APROVEITA bem o teu tempo de faculdade, porque é do melhor na nossa vida...

Ósculos

10:47 PM  
Blogger Voice_Of_The_Opressed said...

Bem, é assim plo menos como eu vejo as coisas, mas olha que é na univ que se descobrem os futuros podres da sociedade, desde os alunos aos professores, ñ tem nada de bom, ja agora que tipo de metaleira foste? Das que gostam de slayer e de marlyn manson ou das que gostam de napalm death e terrorizer( se é que existem mulheres q gostam de grindcore)

1:45 PM  
Blogger Tia Concha said...

BOAS,

Eu vi Cradle of Filth ao vivo no Palha d´Aço na Ribeira, em 95 +ou-, já não sei precisar a data, primeiro concerto em Portugal! Tinha 15 anos (claro que a mãe não sabe)...

Na altura ainda usava Doc ( que guardo para Vilar de Mouros)...

Eu era mais Kreator, Black Sabbath, Napalm Death, Ratos do Porão ( ainda gosto muito); Sepultura; Korn (adorooo); Sheever ( banda de garagem); Tortura (Banda de garagem); e muito Black Metal Nórdico que já não me lembro....muita coisa que não era comercial...

Falo da universidade porque foram os anos que mais gozei, em que me diverti a valer, não faltei a uma única festa e gozava de domingo a domingo, grandes mocas!

Agora é só TRABAHLO!

Hoje estou num dia mau...

òósculos

8:43 PM  
Blogger Voice_Of_The_Opressed said...

Já subiste um ponto na minha consideração, heheheh :P eu gosto muito de napalm death, ratos do porao é fixe mas n é pa levar muito a serio, black metal e cenas melodicas de modo alg~um, como ja deves ter reparado é mais grindcore na linha de napalm, umas bandas mais pesadas outras como napalm mas cujo conteudo das letras seja politica e questoes sociais, nada dessas tretas satanicas ou sexuais que as bandas de black metal tanto gostam, dou-te uns exemplos de bandas que axo 5 estrelas: Assuck, nasum, terrorizer, bolt thrower, extreme noise terror fica bem!!

9:52 PM  
Blogger UnaRagazza said...

Bem, mas que análise nacional!! Sou obrigada a concordar contigo em muitas das coisas que dizes.
A nível político, estou como tu: Metem-me nojo! É uma cambada de cínicos que pra li andam...
A nível de mentalidade social, ainda somos um povinho muito tacanho e conformado...
A nível religioso, não sei se concorde inteiramente. Acho que há muito boa gente com uma fé verdadeira e que pelo menos se tenta reger pelos valores transmitidos pela religião. Mas isso é como em tudo, há sempre excepções há regra.
Enfim, cabe a cada um de nós o bom senso, a consciência de agir e mudar...

8:29 PM  

Post a Comment

<< Home