Wednesday, May 16, 2007

E é assim


Bem, uma freq ja ta despachada, correu mal pa camano e o mais certo é chumbar mas que se lixe, bem vou estar uns tempos sem portar nada aqui por que a epoca que se avizinha é de grande esforço, e de pouco tempo pra o que quer que seja que não esteja relacionado com o estudo.

Esta é actualmente a minha banda preferida, tem um som excelente do mais inovador que ja vi no genero metal, começaram como uma banda de black metal mas foram incorporando sonoridades alternativas tais como funk, jazz e uma cada vez maior progressao dos instrumentos resultando num som absolutamente unico e espetacular na minha opiniao; as letras nada tem a ver com a ideologia black metal ja que de facto os menbros da banda são cristãos, cristãos indonesios ora ai esta uma coisa rara, mas independemente de etnias ou crenças a banda é excelente tanto a nivel lirico como sonoro, experimentem ouvi-los!!

14 Comments:

Anonymous Firnis said...

Hum prometo que vou tentar n fazer um texto grande!
Tive a dar umas voltas no YouTube à procura de Kekal para ouvir (novidades sao smp bem vindas), e só encontrei clips ao vivo... ainda nao ultrapassei a fase de apenas conseguir apreciar de jeito novos sons quando gravados em estúdio. Er, n sei bem, em estúdio o som é mais limpo, dá pra estudar melhor! Vou fazer um esforço!! Nos entretantos, descobri que conheço Napalm Death desde os 14 anos, e nao sabia... (ou não me lembrava)

Bem, então boa sorte para os estudos e para as frequências e para os trabalhos e para essa trampada toda que costuma acontecer no final do semestre, que eu por vezes considero mesmo muito desnecessária. Para quê haver frequências??
Aguenta firme, que eu também, é só mais um esforço final! =)

5:14 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

experimenta no myspace ;)

5:45 PM  
Anonymous Firnis said...

Obrigadão pela dica do myspace!
Estive a ouvir, e concluí que os gajos têm uma sonoridade bastante inteligente, umas boas guitarradas, e vê-se que fazem a cena com sentimento. E ainda melhor, não fazem muito uso de vozes grutais pelas quais eu não me consigo apaixonar (as minhas desculpas, que eu sei que és grinder) o que é uma chatiçe para mim, porque as partes instrumentais desses grupos costumam ser deliciantes! Tipo, oiço, tal, é fixe e especatular até ao momento em que o vocalista entra em cena. A partir daí fico muito desmoralizada, tipo... "naaaaaaooo, grutescos outra veeeezzz... -_-;;;" Dá pa fazer um headbanging e curtir, mas nem tentando com vontade, consigo ficar pregada nessas bandas...
Vou ouvir mais Kekal =)

6:21 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

Realmente sou um grinder, e gosto muito dos grunhidos sem isso deixa de ter aquela essencia, mas antes de mais sou apreciador de musica e gosto de tudo um pouco; acho que bandas como kekal sao inovadoras no genero, constituem sub generos em si e trazem novos modos de pensar e fazer musica para alem de darem muita importancia a parte lirica tamb que eu acho muito importante, o metal pelas emoçoes que desperta e pela sua força na minha opiniao é para ser levado mais a serio especialmente se for grindcore ou death metal; para ouvir musica mais relax ouve-se rock ou hard rock que nao é musica de intervençao na sua maioria.

8:46 PM  
Anonymous Firnis said...

Possuo um espírito mais calmo, creio ser um pouco epícura (e por isso a minha avó diz que eu sou uma pamonha, mas eu nao sou pamonha, k tb tenho mau feitio e só mudo de opiniao quando alguém me consegue realmente convencer do contrario, algo que é raro) Raramente me inrrito com o que quer que seja e nunca me queixo de nada, nem das minhas proprias infelicidades (que ultimamente têm-me dado um poko de água pela barba), e oiço musica só mesmo para o relax, como referiste! Como que um escape para a minha calma toda, para satisfazer a alma, apreciar as sonoridades e as vozes... =) Agora, nao aguento outro tipo de musica que não a rockalhada porque me sinto poderosa, lol!

10:48 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

heheh pq te sentes poderosa hehe dessa gostei :P Por norma tamb nao tenho mau feitio, so que me da raiva ver injustiças, pessoas sem moral ou valores a defender, incapazes de sentir empatia, pessoas a sofrer quando se podia evitar, isso faz-me ferver por dentro, de resto existe uma musica para cada estado de espirito, tamb gosto muito de ouvir jazz quando estou a fazer trabalhos por exemplo, ou mesmo musicas mais lamechas quando estou meloso hahahaha!!

11:15 PM  
Anonymous Firnis said...

Quando estás meloso, então?? Lolololl!! :D Bem, às vezes lá acontece, não é? De vez em quando uma pessoa anda por aí derretida com tudo e não sabe bem porquê!
Quanto à injustiça social, creio que é por andar a estudar na área de Históra, que já me "habituei" às atrocidades humanas ao longo dos tempos... naturalmente que também me indigno com cada coisa que acontece por aí, e já que não consigo mudar os outros, ao menos tento sempre ser uma pessoa melhor. Diz um dos meus professores, e com toda a razão: O Homem é um ser racional, mas de todos os seres, é o único verdadeiramente estúpido.
É verdade... o ser humano tem capacidade intelectual para tornar o mundo num mundo perfeito (ou pelo menos, melhor do que está hoje), só não o faz precisamente porque é estúpido demais para pôr essa capacidade em bom uso. E digo eu: nasci no mundo errado!!

3:13 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

gandes debates q a gante faz :) eu tamb sempre gostei de historia, especialmente hist moderna e comtemporanea; mas o facto de conhecermos as atrocidades da humanidade ao longo do tempo so deve servir para as repudiarmos cada vez mais e contruirmos uma base de valores que sejam o oposto ás mesmas; e diz o teu prof muito bem, o homem tem tudo ao seu alcance para fazer um mundo muito mais perfeito doq este mas so consegue ceder aos seus caprichos e destruir tudo em que toca, como eu digo, por cada um que faz o bem, dois fazem mal...

11:25 AM  
Anonymous Firnis said...

Tou a ver que sim, lolol! Debates são interessantes, às vezes o pessoal diz-me "calma, mulher, respira!"
Política e história deveriam ser duas disciplinas indissociáveis para quem gosta e estuda política. Eu acho que se os políticos fossem também historiadores, isto devia andar melhor, pois, como disseste (ou quiseste dizer), conhecendo os erros do passado é muito mais fácil evitá-los no presente. E nada melhor que tal conhecimento esteja nas cabeças daqueles que governam as massas.
Espero sinceramente que um dia venhas a ser um grande político, a ver se mudas qualquer cena, que isto anda tão mal como há 500 anos atrás (não estou a gozar, quando leio a História do Ensino em Portugal do séc. XVI, parece que estou a ver aquilo que se passa hoje, é igualzinho, até dá sensação de dejá-vu!!)

4:07 PM  
Blogger Charlie, The Sinner said...

Bem... Seja de que forma for, e se acreditares...


Boa sorte =)


As coisas hão-de melhorar. Espero. A sério!

9:55 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

Acredito sempre que individualmente podemos realizar algumas pequenas mudanças, seria melhor a nivel colectivo mas as pessoas por natureza tem medo da mudança, la foi uma das poucas coisas uteis que aprendi em psicologia, seja como for é pelo facto d acreditar, ou melhor de saber que se podem fazer algumas mudanças que me interesso pela politica, nao pela politica como objectivo mas como fim para atingir essa mudança, por exemplo nao tarda vao haver eleições em Lx e ate agora so vi uma pessoa sem filiação partidaria que propôs uma dialogo e participação activa dos cidadãos ao longo da governação e pq o choque? Não se governa para a população ? (em teoria) entao pq nao se se ha de governar com a população?
Relativamente ao ensino em portugal esta e sempre esteve mal e é essa uma das raizes dos males sociais; penso que o ensino secundario ate sofreu algumas melhorias mas o basico continua na mesma e o universitario esta cada vez pior, nao sei oq pretendem com este sistema,se é que se preocupam minimamente...

9:35 AM  
Anonymous Firnis said...

Siiiim, é algo em que já tinha pensado antes. Alguns partidos políticos tinham mais era que partilhar ideias, discutir problemas de maneira civilizada e chegarem a uma conclusao. Em vez disso, vão discutindo: Eu tenho razão!! Não, eu é que tenho razão!!
Não entendo muito de política, mas algumas vezes fiquei a assistir ao canal do Parlamento, onde os políticos fazem debates. Deu-me a profunda sensação que eles estavam bem empenhados em mandarem-se uns aos outros abaixo, sobrevalorizando a sua opinião, como se a política de um assunto pessoal se tratasse...
Quanto à ministra da educação, a minha mãe bem que a esgana, lololl!
Sim, a grande raiz de todos os males sociais é a ignorância...

10:26 PM  
Blogger Tia Concha said...

Amigo, boa sorte!

Mas além de estudar, tens de ter alguns momentos de lazer...

bjs

11:36 PM  
Anonymous Karura said...

caro blogueiro, partilho contigo o sentimento de "cum cacete, anda tudo a correr-me mal, ja tou farta disto" e sinceramente, desejo-te as melhores das sortes e que consigas passar o ano.
relaxar faz muito bem e principalmente com musica daqueles artistas que nós mais gostamos.
não sei o que te diga, tenho medo de soar a saloia ou a tosca, até te diria para te divertires a veres algum programa de comédia, com piadas mesmo inteligentes... é o que eu costumo fazer quando estou um pouco em baixo.
fica bem e diverte-te =)

1:14 AM  

Post a Comment

<< Home