Wednesday, September 26, 2007

Abençoada (in) submissão!!

Sempre aprendemos nos manuais de historia que o homem ao longo da sua mesquinha existencia sempre se submeteu aos seus "superiores", aos vencedores das batalhas, aos politicos, monarcas em resumo, ao poder instituido!!
E sempre nos foi ensinado que eram esses individuos (a maioria da população) que contribuiam para o desenvolvimento da sociedade, atraves do seu respeito pelas leis, tradições...pois a verdade nao é bem essa, os individuos passivos, conformistas sao apenas as ferramentas desta sociedade perversa, sao os arados para as sementeiras, e quem opera os arados?? As grandes empresas, os politicos, a policia, esses não se submetem a ninguem e fazem com que todos os outros se submetam a eles, e finalmente existem aqueles que nao se submetem, nem forçam ninguem a submeter-se, e sao estes que fazem a sociedade evoluir, os artistas que rompem com o pre-estabelecido, os politicos com novas ideologias enfim, todos aqueles que criam novos modos de pensar, estar ou actuar, ou que pegam no que existe e o melhoram, tudo de grandioso que existe no mundo de hoje criado pela humanidade foi feito por pessoas fartas do status quo, e nos dias que correm, a sociedade parece que sofreu uma estagnação muito proveitosa para alguns a nivel de tudo o que sejam novas ideias, as universidades sao maquinas de produzir diplomados sem qualquer espirito critico, que reproduzem as lições dos seus mediocres mestres e assim em diante, a politica mundial estabelece cada vez mais a sua base em interesses e motivações economicas e belicas a favor ou contra mas num vazio no que respeita ao ambiente, a educação a melhoria do bem estar e da vida daqueles a que supostamente servem; e por fim os "servidos" vivem anestesiados numa cultura que priveligia o consumismo as aparencias e atraves da cultura popular conhecimentos limitados de tudo, relações fast-food e um infindavel recheio de preocupações com problemas psicologicos, afectivos sem qualquer valor ou importancia para que as massas estejam entretidas com o sexo e a cidade ou o raio que os parta e continuem tao adequadamente anestesiadas e ignorantes sore os poderes instituidos, faço um voto para que acordem, e como eu mergulhem nas trevas do que e um mundo nada bonito, pois so olhando na face do mal e possivel aprender a necessidade e o modo como se o combate, inconformista, revoltado e indignado permaneço, hoje e sempre!!!

4 Comments:

Anonymous Firnis said...

Inconformista, revoltado e indignado, como admiro a tua atitude perante este mundo! Porque são atitudes como essa as verdadeiramente susceptíveis de alterar o errado existente na sociedade! Basta estudar um pouco de História e atitude de certas pessoas que de facto transformaram radicalmente a sociedade em que se encontravam, por exemplo Erasmo ou Lutero (logo te dou uma esfrega sobre isso), pessoas essas acordadas para o mundo, que o sentiram mais profundamente que as outras, que observaram, comentaram, criticaram e revoltaram-se contra os podres da sociedade. Sim, pessoas que por terem mais largos horizontes que o comum dos mortais não se submeteram de modo "servil e obediente" ao poder instituído pois tiveram a capacidade de ver ao longe e de se questionar, no entanto, verdadeiros interessados na alteração de algo que sentiram errado, interessados em encaminhar as mentes para novos trilhos que não o instituído pelo poder político e/ou religioso que pretende tornar as massas incultas e desviar uma perigosa atitude crítica ou realmente interventiva (porque atitude critica toda a gente tem, toda a gente sabe criticar, a diferença é que muitas vezes nem sabem aquilo que criticam), pessoas que não procuraram ser "servidas" nem buscaram o poder em seu próprio interesse. São pessoas destas que o mundo precisa, já me perguntei muitas vezes: quando virá nova revolução cultural? Quando acontecerá algo de novo nas mentalidades? Quando as pessoas com excepcionais capacidades intelectuais (porque as há por aí) resolverão deixar de ser egoístas e pensar que realmente podem contribuir para a alteração de algo? De facto, parece que estamos estagnados, que vivemos ainda sob o método escolástico (método segundo o qual o professor dita a matéria e o aluno obedientemente decora, sem sequer saber ao certo do que se trata ou sem se questionar sobre a sua veracidade)É que muita pouca gente, quase nenhuma, bem falando, tem espírito interventivo, eu própria também não sei até que ponto o tenho, mas ao menos tenho a consciência da sua importância e estou a esforçar-me para isso,o que já me torna um pouco acima dos demais que só se interessam por coisinhas de porcaria, fofoquinhas e cagadas dessas, tempestades em copos de água, problemas desmesuradamente exagerados que não interessam a nada nem a ninguém a não ser a eles mesmos, oh pobres cabeçinhas... espírito crítico ao menos sei que possuo...

8:46 PM  
Anonymous Voice_Of_The_Opressed said...

Pois possuis rapariga e em boa dose, e so por este extenso e excelente post mostras que tamb estas bem acordada para aquilo que realmente importa na sociedade, conhecimento sobre o seu modo de funcionamento leva tempo e dedicação a adquirir e sobretudo espirito critico e mente aberta.

8:55 PM  
Blogger Tia Concha said...

também sou uma inconformada, revoltada, indignada, mas tenho de engolir alguns sapos...

E isso meu amigo é muito mau!

bjs

9:47 PM  
Anonymous Karura said...

tia concha...
não estás sozinha.
vamos dar as mãos e passar energias positivas uma para a outra.

beijinhos a todos**************

11:09 AM  

Post a Comment

<< Home